Você acredita no sobrenatural?

Fé e Ciência

Antõnio Marcos da Cunha

 

 

Você acredita no sobrenatural?

A maioria das pessoas tem fé no sobrenatural, acredita que existe algo além do que olhos podem ver. Desde os tempos mais remotos, a expressão da fé foi percebida nas ações humanas. Evidentemente há um pequeno grupo de pessoas que afirmam não crer em nada além do mundo natural, mas não negam que acreditam no amor, sonham e desejam um futuro melhor.

Há uma força que nos move para o bem, acredito piamente nisso. Reflita comigo caro leitor: quando estamos andando em uma rua qualquer e nos deparamos com o sofrimento de alguém, por exemplo uma criança sendo agredida. Imediatamente desperta em nosso interior uma vontade incontrolável de socorrê-la. O que move esse desejo? Ele vem da educação que tivemos? dos preceitos religiosos? Creio que é a força incomparável do bem que nos move a tomar alguma atitude para ajudar essa criança. Essa força vem de Deus. Bom! respeito quem não pensa assim, mas essa é a minha tese.

Sobrenatural é tudo o que não faz parte do mundo natural, físico. Mas será que é bem assim? Creio que o sobrenatural é tão real como aquilo que vemos, pois ver é um sentido humano, mas sentir também. Sentimos e percebemos a sua existência real. Assim, posso afirmar que vemos, porém, de outras formas, percebemos e nos relacionamos com o invisível.

Mas existe um Deus?  Não posso provar, mas posso senti-lo e percebe-lo de várias formas.  Abraham Lincoln, presidente dos Estados Unidos no século 19, um certo dia afirmou: “Eu entendo que um homem possa olhar para baixo, para a terra, e ser um ateu; mas não posso conceber que ele olhe para os céus e diga que não existe um Deus”. A natureza é para mim um dos sinais visíveis da  sua existência. Não consigo conceber a ideia de que todas as belezas da Terra e do Universo são obras do acaso. Há uma inteligência por trás de tudo isso. Outro incontestável sinal do Divino é o amor incondicional. Quantas pessoas mundo afora morrem para salvar alguém, gastam suas vidas para a felicidade de outros. O exemplo da professora Helley Abreu Batista em uma creche em Janaúba, no Norte de Minas Gerais, que morreu queimada para salvar as crianças é um sinal marcante da presença de Deus. Todavia, crer em Deus não nos faz melhores do que aqueles que não creem; o que nos faz melhores são nossas atitudes, como amar, perdoar ser honesto, etc. Ser bom, fazer o bem é possível a todos os humanos.

Não perco tempo discutindo sobre a existência de Deus e tentando provar que Ele é bom e justo. Debates desse gênero não são profícuos. Apenas apresento minhas convicções sem a pretensão de ganhar uma disputa e ter argumentos mais sólidos. Respeito quem não crê no sobrenatural. Tenho muitos amigos ateus e de outras denominações religiosas. Não considero saudável perder amizades por causa disso. Entretanto, pretendo com esse pequeno artigo possibilitar a reflexão sobre o mundo espiritual. Percebo que esse assunto incomoda alguns, mas não vejo por esse prisma. Creio que conversar sobre assuntos que estão diretamente ligados a nossa existência é uma terapia. Caro leitor, já parou para pensar sobre o porquê da sua existência? Você acredita no mundo sobrenatural? Pense comigo: a capacidade de ler e entender esse texto, de sonhar, ver imagens em sua mente, ter intuição, amar, não revela a existência de forças espirituais que lhe envolvem? Esse desejo que há em seu coração de ver a paz no mundo, de não ver mais o sofrimento das criancinhas não é uma força sobrenatural pulsando na sua alma? Bom, caro leitor não posso provar nada, mas posso dizer que, como você, também compartilho desses sentimentos, e como afirmou o famoso dramaturgo do século XIV William Shakespeare: “Há mais coisas entre o céu e a terra do que pode imaginar nossa vã filosofia.”