.

O sonho do primeiro filho, a longa espera e o tão sonhado dia chega; acaba de vir ao mundo um lindo menino. A família exulta de alegria, os amigos compartilham dessa felicidade, mas chega uma notícia inesperada: - seu filho tem Síndrome de Down diz o médico aos pais ainda muito jovens. Foi assim o que aconteceu com o casal Rita Bueno e Rove Fernando Bueno.

Esse fato ocorreu em 1984 e naquela época não havia tantas informações sobre a Síndrome de Down. Os médicos disseram que o menino que acabara de nascer iria ter sérios problemas para viver nesse mundo, demoraria muito para falar, andar, teria várias outras limitações. A jovem mãe sentiu muito medo do que poderia acontecer.

Porém repletos de um amor incondicional e com fé em Deus, Rita e Rove não se deixaram abater pelas notícias negativas, foram à luta e conseguiram proporcionar um desenvolvimento físico e cognitivo surpreendente em seu filho amado e querido. O jovem Luiz Fernando Bueno, carinhosamente chamado de Fernandinho se desenvolveu superando todas as expectativas.

 Aos três anos de idade a família passa por mais uma grande prova, o jovem Fernandinho é acometido por Meningite Meningocócica e o médico afirma que não sobreviverá e fala à família sobre sua morte iminente. Mais uma vez o amor incondicional e a fé em Deus trazem um novo alento à família, Fernandinho sobrevive e volta para casa. Mais um milagre Deus!

O tempo passou e a família sempre ao lado do jovem, inseriu-o no universo da arte, do conhecimento e da fé. Ele foi crescendo e tornando-se um menino muito feliz, doce, espontâneo, dedicado, carinhoso e altruísta. Foi à escola, fez teatro, karate, natação, participou de coral de música, aprendeu tocar violão, trabalhou em várias empresas, como o Supermercados Angeloni, GTS do Brasil, entre outras. Fernandinho tem muitos amigos espalhados pela cidade e na Igreja a qual participa. Tem um amor especial pela sua família que sempre o acolheu de braço abertos.

Atualmente  está com alguns problemas de saúde, usa um marca-passo no coração, tem Ceratocone,  uma doença que afeta o formato e a espessura da córnea, provocando a percepção de imagens distorcidas. Desenvolveu intolerância à lactose, diz sentir muitas dores nos joelhos e muito cansaço. Faz fisioterapia, musculação e natação para amenizar seus problemas físicos atuais. Por causa da saúde debilitada não pode mais trabalhar, mas mesmo assim não perde seu olhar angelical; está sempre disponível para tocar seu violão, viajar, participar de vários eventos e estar com a família. Fernandinho: um exemplo de superação, amor e fé.

 

 

F&C - Fernandinho, muito obrigado por me conceder esta entrevista.

De nada, é muito bom estar aqui, é importante para mim você estar aqui comigo me dando atenção.

 

F&C -  Há Quanto tempo você   toca violão?

Há 20 anos. Toco na igreja do Espírito Santo.

 

F&C -  O que você gosta de fazer quando está em casa?

Gosto de brincar com meu sobrinho, faço palavras cruzadas, assisto programas religiosos na TV, faço também redações usando temas dos livros que leio.

F&C – Você acredita em Deus?

Acredito!

 

F&C – Quem é Deus para você?

Aquele que me fortalece, um sonho para mim, que um dia vou ver como diz a música: basta querer pra te ver outra vez...

 

F&C – O que sua família representa para você?

Eu amo muito minha família, meu pai, minha mãe, irmãs, vó, tios,  sobrinho, primos, todos eles. Minha vó (Dona Bentinha) faz orações para mim. Sinto saudades dela quando está longe. Agradeço muito também aos meus amigos que sempre me dão força nos momentos difíceis e  me convidam para tocar violão.

F&C – Você se considera um homem feliz?

Sim, me considero, sou um homem feliz, especial.

 

F&C - Fernandinho deixe uma mensagem para os leitores da revista Fé & Ciência.

Que Deus abençoe cada um de nós, para que possamos falar das coisas bonitas que temos que eu tenho e que você tem. Deixo essa mensagem com muita alegria e otimismo, pois Deus nos dá alegria e esperança. Que essa mensagem chegue até o Céu. Temos que perseverar, buscar os anjos.

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 3 pessoasA imagem pode conter: 1 pessoa